Saber qual é a carga térmica necessária para aquecer um ambiente é muito importante. Um ambiente onde o piso aquecido foi dimensionado incorretamente, pode não ser aquecido ao ponto necessário para entregar conforto térmico aos seus usuários. Cada ambiente possui suas peculiaridades em relação a perdas de carga. Respeitar essas informações é respeitar o seu bolso e o seu conforto.

Área aquecida

 

A área aquecida está direamente ligada à carga térmica necessária para aquecer o ambiente até o ponto de conforto térmico. Um ambiente com muitas perdas pode exigir uma demanda de carga térmica alta. Paredes isolantes, vidros duplos, percentual de área aquecida maior que 80% em relação à área total e isolamento abaixo do sistema de aquecimento são importantes ferramentas que lhe auxiliarão a ter o devido conforto térmico, além de reduzir o desperdício de energia.

Tipo de piso e a temperatura do piso

 

A temperatura do piso também afeta diretamente a carga térmica onde, quanto maior a temperatura do piso, maior a carga térmica do piso. No entanto, nem todos os tipos de piso podem ser aquecidos a uma temperatura elevada, por isso é importante notar as características técnicas do piso a ser empregado.

Materiais densos e sólidos, tais como porcelanatos e granitos, têm uma boa condutividade térmica, o que significa que o calor pode ser transmitido melhor do elemento de aquecimento para a superfície do chão. Porcelanatos e granitos podem ser aquecidos até 29°C, ou, dependendo da sua composição, temperaturas maiores. Materiais com características isolantes, tais como a madeira, o laminado e o vinil, têm uma condutividade térmica comparativamente pobre e podem também somente ser aquecidos até 27°C, significando uma determinada carga térmica máxima, dependendo do tamanho da área aquecida. Novamente, se o piso escolhido permite apenas uma temperatura de 27°C e a exigência de carga térmica é maior do que o que pode ser alcançado com 27°C, você pode considerar mudar o material do piso para que o sistema de piso aquecido funcione como única fonte de calor.

Quanto maior a temperatura do piso, maior a carga térmica, no entanto alguns tipos de piso têm uma restrição de temperatura limite superior. É muito importante verificar os limites com o fabricante do piso.

Escolha do Termostato e da Temperatura do ar

 

A maioria dos termostatos modernos controlam a temperatura do piso aquecido baseados tanto na temperatura do ar quanto na do piso, utilizando ambas as temperaturas para controlar com maior precisão. Como o termostato utiliza os sensores de temperatura, do piso ou do ar, para controlar o piso aquecido, a escolha de qual deverá ser o parâmetro é muito importante. Utilizar a temperatura do piso como parâmetro é muito mais preciso do que medir a temperatura do ar. Além disso, quanto maior a temperatura ambiente desejada, maior será a carga térmica que você precisará para atingir a temperatura desejada.

Isto é relevante especialmente em banheiros, onde a temperatura desejada do ar ambiente é relativamente alta, digamos 25°C (em comparação com a temperatura ambiente habitual de uma sala de 21°C). Termostatos com funcionalidade pobre ou sondas mal colocadas podem levar a superaquecimento e, em cricunstâncias mais severas, danificar o piso empregado.  Investir em um termostato é aconselhável. O Termostato Inteligente 4iE Smart Wifi fornece controle de temperatura preciso e pode economizar até 25% de energia, encontrando maneiras mais inteligentes para aquecer a sua casa.

Um controle preciso da temperatura ambiente é essencial para garantir a carga térmica correta. Um termostato inteligente não só oferece controle preciso, mas também pode economizar dinheiro em contas de energia. 

Isolamento do piso aumenta a Carga Térmica resultante

 

A carga térmica na superfície do piso pode ser significativamente aumentada usando o isolamento correto, como as placas de isolamento em XPS (Poliestireno extrudado)Warmup, sob o piso aquecido. Se não for utilizado isolamento, o calor gerado irá mover-se não apenas para cima, mas para baixo também, desperdiçando energia, seu dinheiro e o calor que você precisa.

A Warmup possui uma gama de placas isolantes com diferentes espessuras.

 

Potência do Piso Aquecido

 

A potência máxima do sistema é normalmente especificada em Watts por metro quadrado. Se o seu piso está bem isolado e você tem uma casa razoavelmente moderna, a potência de um sistema de aquecimento radiante geralmente precisa ser entre 65-85W/m² para entregar a carga térmica necessária. Quando se trata de escolher o aquecimento radiante, um sistema de 150-200W/m² normalmente é especificado para reduzir o tempo de aquecimento, pois o sistema não estará ligado continuamente. Ou seja, um sistema de 150W/m² normalmente fornece 65-85W/m² por hora. No Brasil, este valor pode variar, de acordo com a qualidade do isolamento do ambiente aquecido.

Banheiros e outros ambientes com mobiliário permantente

 

Em certos ambientes, como banheiros, boa parte de sua área é coberta por mobiliário permanente, como boxes, banheiras, vasos sanitários e pias. Uma vez que o piso aquecido não deve ser instalado sob fixações permanentes e, no caso dos boxes e das banheiras, a NBR 5410 proíbe a instalação nestas áreas, considerando estas circunstâncias, apenas uma parte da área será aquecida. Isso pode afetar significativamente a carga térmica. 

Como banheiros são ambientes com isolamento superior em relação aos demais ambientes da casa, a recomendação é acrescer a potência necessária na área de circulação, assim não haverá deficiência térmica.

Superando os limites de espaço

 

Ambientes com áreas aquecidas relativamente menores do que a área total requerem cuidados especiais, principalmente na escolha do piso. Dependendo da perda de calor do ambiente, também pode ser necessário usar uma forma secundária de aquecimento para aumentar a carga térmica. Nos banheiros, toalheiros aquecidos e aquecedores de parede são opções interessantes, uma vez que contribuem para a produção de calor necessária.

Este fluxo de calor depende muito da estrutura do material e das moléculas dentro dele. Por exemplo, o calor percorrerá muito mais rápido uma estrutura densa, como o granito, do que uma estrutura mais porosa, como a madeira. Em ambos os casos, o calor eventualmente se espalhará por todo o material até atingir o equilíbrio térmico (temperatura equilibrada).

 

Considerações finais: as perdas térmicas e o bloqueio térmico

 

Após a escolha do sistema mais adequado, a especificação de carga térmica necessária, a escolha do termostato e do isolamento, é muito importante permitir o funcionamento do sistema.

Ligar seu sistema com janelas e portas abertas, utilizar o sistema de piso aquecido com tapetes ou outro material isolante sobre o piso, entre outras situações, poderá atrapalhar o funcionamento do seu sistema.

Agora que você tem uma visão geral do piso aquecido, que tal um Orçamento?

 




Gostou deste artigo? Compartilhe com seus amigos.
Share on LinkedIn
Linkedin
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Google+
Google+
Email this to someone
email